quinta-feira, maio 10, 2007

No creo en brujas, pero que las hay, las hay

Ora bem, eu sabia que um dia destes o computador ia pifar. As ameaças sucediam-se e multiplicavam-se e os apitos eram constantes! Mas não liguei muito porque estas coisas só acontecem aos outros e a nós se acontecer é só quando as galinhas tiverem dentes. Até que... puff!!
Refeita do susto, eis-me de novo, pronta para enfrentar esta maquineta diabólica, da qual sou, confesso, um bocadinhozinho dependente. Risos!!

2 comentários:

miquinhas disse...

Acho que uma dessas bruxas - essas que ninguém acredita, mas que as há, há - se está a mudar para o meu computador. Penso que de momento só está a trazer a tralha e a arrumá-la. E quando se sente observada por mim, fecha as janelas, às vezes as portas e outras vees desliga todas as luzes (down completo).
Ainda não liguei muito ao assunto, mas um dia destes vou ter a mesma surpresita. Acho que vou ser formalmente apresentada à dita senhora.
Beijinhos e bom fim-de-semana (com sabor a canela)

miquinhas disse...

Anadosol
Obrigada pelas sábias palavras. Ficarei mais descansada. Depois de tamanha reza, mesinha, afasta-espírito, macumba e sei lá que outros feitiços, tenho a certeza que nenhuma bruxa, vampiro, lobisomen, alma-penada, mula-sem-cabeça ou qualquer outra aberração das histórias menos-infantis, terá a ousadia de se aproximar do meu PC.
Beijinhos