segunda-feira, janeiro 07, 2008

Balanço, balancete, da balança me lanço...

Findas as festas da época é tempo de guardar todos os símbolos da quadra. Aqui por casa já se tornava urgente pois não estava a conseguir controlar mais os apetites vorazes da catrapisca, que descobriu que as pinhas/bolas coloridas da árvore eram feitas de chocolate e que os embrulhos brancos (não comestíveis) também serviam para apaziguar o brotar dos dentes.
Se eu fizer um balanço de 2007, corro o risco de cobrir o blogue com muitas nuvens pretas. Não quero, pois há um novo sol a brilhar! Este ano que terminou deixou-me muitas cicatrizes, feridas que ainda esperam por cuidados, ficaram muitas histórias para contar e por contar, muitas perguntas sem resposta, respostas que não queria ouvir. Foi um ano de cão. De há uns tempos para cá, aprendi a fazer um exercício que me tem ajudado várias vezes. Se colocar numa balança os pós e os contras das situações em que me encontro e se por acaso o prato dos contra levar a melhor, então há que repensar as minhas opções. Mas como quase tudo na nossa vida, é um exercício falível, passível de induzir em erro. E não aplicável em todas as situações.
Mesmo que nada tenha mudado com o passar do 31 para o dia 1, acabo por fazer listas mentais de pequenas coisas que gostaria de mudar essencialmente em mim, já que com os outros não tenho esse poder. Assim, neste novo ano quero:
- comer mais fruta e legumes
- ser mais organizada (A minha mãe diz-me muitas vezes, "roupa lavada, roupa passada!" e o Dr. Phill ensinou-se que se deve arrumar uma divisão de cada vez, em vez do tão famoso grão a grão enche a galinha o papo, ou seja, nem que nas outras divisões reine o caos absoluto!). Os autarcas da zona também deviam seguir o conselho deste homem e acabar as obras que começaram na estrada por onde passo todos os dias!
- organizar o blogue e as referências/fotografias/nomes dos bijoux (às vezes, isto de dar nome às peças moe-me o juízo. Pergunto-me quando chegar à peça 1000, como será? Se existem algumas que são flagrantes, outras nem por isso, e muitas vezes a minha imaginação tarda em dar sinais de vida)
- separar águas, aqui e noutros lados e talvez criar uma loja para ter tudo arrumadinho
- comer menos chocolate e bolos (medo, muito medo de ficar com o nariz do pinóquio!)
- expandir o "negócio"
- investir profissionalmente
- tirar férias a sério
- começar a dieta antes do Verão, melhor ainda, (sei que há grandes possibilidades de ser constantemente adiada e abusivamente dilacerada pelos meus ataques e pela minha necessidade diária de açúcar, nomeadamente na forma de pasta de cacau, mas eu vou tentar...)
- andar mais penteada, arranjar as unhas frequentemente, mimar, mimar, mimaaar-mee!
- ...
E pronto, acho que por agora é tudo. Tudo de bom para todos, mais para mim, para a minha filha e para os meus (humpft!!)
Ano 2008, bissexto, número redondo, sem arestas. A ver vamos...
Já agora, gostam do novo look? Made by me!

3 comentários:

macati disse...

eu ADOREI o novo look!
parabéns e um óptimo 2008 pois estás cheia de novas energias e isso é óptimo! FORÇA!
bjnh

miquinhas disse...

Adorei o novo look, limpinho, claro, um MUST!
E adorei o post. Força, agarra as rédeas a 2008 e doma-o ao teu jeito.
Beijinhos

rosita disse...

Miguita, já arrumaste as prateleiras... um passo cumprido... um abraço grande da rosita da fac!