quarta-feira, maio 23, 2007

Magical Pieces

Presentes

Em tempos, quando eu era uma menina e morava no meu armário, desejei muito forte ser um rapaz. Pensava eu: "Os rapazes não sofrem desgostos de amor, têm muita força e são muito mais sortudos do que as raparigas porque podem vestir tudo o que lhes apetece sem que ninguém lhes diga que são e que estão gordos. Sou sempre a mais alta de todas as minhas amigas e tenho a certeza absoluta de que se fosse um nadinha mais baixa haveria alguém que gostasse de mim. Ninguém gosta de torres, a menos que seja um rapaz!! Também uso estes óculos horrorosos que fazem de mim uma E.T. e tenho a certeza de que se não os usasse alguém iria apaixonar-se pelos meus olhos verdes. Sim, eu tenho olhos verdes, não sabias? Os óculos, malditos, que os escondem... mesmo que não veja bem, vou pô-los em cima da cabeça para que o sol os faça brilhar."

Depois fazia coisas que as meninas não deviam fazer como ir para a garagem mexer em tudo o que era ferramentas, serrar ramos da nespereira, pregar pregos em tabuinhas, deixando cair um ou dois que acabavam por me denunciar. Para não ficar atrás e ser melhor do que os rapazes.

Hoje, mulher de pêlo na venta, orgulhosa de quem sou, não descuro a minha feminilidade. O bichinho por essas coisas ditas de homens, que alimento bricolando aqui e ali, furando e transformando, ao sabor da imaginação, está agora enriquecido pelo presente mais original que alguma vez me ofereceram: um mini berbequim. Muito obrigada, meu querido pai!

Presentes com significado, dados com sentido. E só assim me faz sentido dar e receber presentes.

5 comentários:

carlag disse...

N pude deixar de sorrir.

Os presentes com significado são sem dúvida os melhores. Fazem-nos mais felizes.

bjinhos

Linhas&Missangas disse...

Também gosto de presentes com significado, dados de coração :)

A margarida curiosa disse...

Eu não queria ser menino, mas sempre fui uma moleca.
Não era a mais alta e tbm ainda não sou, mas apesar de ainda ser muito moleca.
E gosto muito de ferramentas, tbm ganhei um joguinho de chaves de fenda muito lindo do meu pai.ehehhe..bjinho e até quarta...

miquinhas disse...

Olha que sorte a tua! Eu fartei-me de receber toalhinhas, lençolinhos, paninhos e demais inhos, "para juntar ao enxoval". Foram quase 20 anos de "ajuntamento" de inhos. E quando casei aquilo era tudo tão feio que arrepiava. Nenhum dos lençolinhos cabia na cama. Ai quem me dera ter recebido martelos, chaves de fendas e outras, alicates (adoro alicates), pregos, porcas e parafusos. E um berbequim!
Beijinhos

Attila disse...

Com suave pensamento, cor e simplicidade, no meio de desprezáveis e desmensuradas coisas, um simbólico gesto de carinho, no momento certo, faz maravilhas. Num mundo de consumismo, começa a ser difícil surpreender, restam apenas os sinceros e aqueles que te são próximos..